É muito comum as pessoas enxergarem uma casa somente como um investimento financeiro e esquecer os outros valores que esse imóvel trará. Morar em um lugar em que gostamos influencia diretamente na qualidade de vida. A nossa casa é o local em que encontramos descanso após um dia cansativo de trabalho, conforto para conviver com a família e espaço para receber os amigos e bater aquele papo que recarrega as energias. O lugar onde um indivíduo mora é o ambiente que ele constrói a maioria das relações pessoas.

A verdade é que a moradia está intimamente ligada com a sensação de bem-estar, que de acordo com a psicóloga Nathalya Costa é “o estado de satisfação plena das exigências do corpo, mente e espírito. Sensação de segurança, conforto e tranquilidade”. Segundo Nathalya, é em casa que recarregamos a energia gasta depois de um longo dia de trabalho e afazeres, além de liberar todas as nossas frustrações e seguir adiante. Ao mesmo tempo, a psicóloga afirma que quando sentimos aversão ao que deveríamos chamar de Lar Doce Lar, todo nosso psicológico é afetado, o que pode trazer desequilíbrio emocional e insegurança.

Para ela, “é importante ter um lugar para voltar, um lar, uma família, para que a sanidade mental possa estar equilibrada. É muito importante que o ser humano goste de voltar para casa”.

Mas afinal o que é morar bem para você? Para alguns é morar em uma casa com muito espaço para família em um lugar tranquilo. Para outros é morar em grandes centros. Já algumas pessoas destacam o conforto. Cada família tem um perfil e suas prioridades.

Por isso na hora de escolher uma casa para comprar é muito importante observar se o local atende aos seus padrões, atende as suas necessidades atuais e futuras. Tudo isso vai atuar para a satisfação e com isso um bem estar maior para toda a família.